Pular para o conteúdo principal

Postagens

Cuidado meu anjo

Tome cuidado meu anjo
Há perigo na esquina Pessoas com Bíblias nas mãos Que vivem a falar de Cristo Entretanto, eles não são Cristãos
Tome cuidado meu anjo Não confie em sorrisos Nem em quem profere os versículos Claro que não é correto generalizar Mas há uma parte corrompida Então, é melhor desconfiar
Tome cuidado meu anjo Com esses discursos endeusados  Com essa religião que se acha melhor que as outras Com certas pessoas e suas falácias
Tome cuidado meu anjo Que agora eles não seguram só a Bíblia Carregam também um 38 Falam de Aliança Pelo Brasil Entretanto, a verdade, a verdade é que só estão pensando em si E cagando para o povo
Tome cuidado meu anjo Há monstros por aí Há olhos sem vida Há perigo na esquina Há a minha pessoa aqui
E nós chegamos até a pensar em culpar o diabo Mas ao menos uma vez A humanidade precisa assumir a culpa Ao invés de tercerizá-la
Tome cuidado meu anjo Tenho medo que eles cortem suas asas Tenho medo de perder a minha visão Será o fato de ser consciente uma condenação?



Victor dos Anjos
Insta…
Postagens recentes

Dos céus e dos infernos

Eu sou um anjo. Mas estou cansado. Cansado desses papeis que tenho que desempenhar, e desse silêncio que estou abraçando. Sentado no meu quarto, mexo os dedos dos meus pés aleatoriamente. Talvez eu esteja procurando por pés próximos aos meus. Ou talvez, meus pés só precisem de um tempo. No momento, sou um anjo aborrecido.
Engraçado o fato das pessoas amarem os anjos. É engraçado pelo fato do esquecimento delas acerca da potencialidade demoníaca nos anjos. Elas só lembram dos anjos enquanto bondade, e uma bondade da qual elas possam usufruir. Entretanto, anjos também são demônios. Anjos também se cansam.
O outro lado habita em todos em seres. Para ilustrar melhor, vamos falar da história de Lúcifer e de sua expulsão dos céus pelo fato de querer ter um papel que não lhe cabia. O anjo lindo e belo, que na sua ambição ficou cego, e caiu nas profundezas na qual chamamos inferno.
Engraçado o fato das pessoas pensarem no inferno como algo ruim. Pois passamos por diversos infernos ao longo da vi…

Futuro Manchado

Não há região ilesa do desgoverno Bolsonaro. Não há região que não tenha sido manchada, que não tenha sido esfaqueada por essa gestão. Uma gestão feita por irresponsáveis, por pessoas que nunca tiveram o mínimo de compromisso com o Brasil.
Um passou 28 anos dormindo no congresso, outros foram favorecidos pelo seu sobrenome, ainda há aquela velha corja empreiteira que sempre esteve atacando o país, as vezes por debaixo dos panos, as vezes nitidamente.
Se aproveitaram da insatisfação popular, dos discursos de ódio, dessas pessoas manchadas... Assim, puderam congregar os seus "mitos". E, algumas multinacionais protestantes abdicaram de Cristo, e passaram a louvar um crápula.
Qual é o nosso futuro? Alguns tem esperança, e em algum lugar eu também tenho. Entretanto, para além de visões otimistas e, talvez, utópicas, também estou visualizando o mundo sensível. E, o que vejo é a continuidade dessas manchas na nação. O óleo que mancha os mares, os incêndios que mancham as florestas e a…

CONTRADIÇÕES NA NAÇÃO DA MORAL E DOS BONS COSTUMES

Pensei nas mais diversas formas de escrever uma matéria acerca desse assunto. Cheguei a escrever mais de quatro parágrafos, e apaguei alguns. E escrevi outros... No fim, arquivei o outro texto e iniciei esse acerca da mesma temática, das contradições que assolam o Brasil. Por um lado temos fundamentalistas que se prestam a ferir o estado democrático, e censuram a temática LGBTI, como na Bienal, ou no meio audiovisual. O argumento utilizado para tais atitudes é que eles querem defender as crianças de materiais inapropriados. Por outro lado, temos o avanço da necropolítica no Rio de Janeiro, a morte de pessoas nas comunidades, dentre elas crianças, e o silêncio daqueles que dizem defendê-las.O estado brasileiro é extremamente curioso. Um laboratório perfeito para que as dualidades humanas sejam observadas. Comecemos pelo primeiro fato do parágrafo anterior, a censura a temática LGBTI. O atual presidente da república, Jair Bolsonaro, havia vetado os investimentos para as produções de…

O Abate

Não para!Não para...
Chovem tiros na esquina O abate não para Sangue lavando as vias O abate não para Vidas e vidas perdidas O abate não para
Famílias destruídas Uma guerra construída A brutal política de extermínio Disfarçada de luta contra o tráfico
O abate não para O abate não O abate O inferno O inferno na vida O inferno na vida daqueles que vivem na periferia
A crueldade humana A banalidade do mal Quantos precisam morrer? Para que cesse Cesse o abate
O abate O monstro Parte da humanidade
Eles não param mesmo com o sangue O sangue alimenta os seus desejos insanos Eles se vestem de Cristo mas não são cristãos Porque o abate não para O abate não para Abate não
Vidas perdidas Vidas relativizadas Eles tem sangue nas mãos Porque o abate não para O abate não para O abate não O abate O inferno O inferno não Sangue nas vias Falam em Cristo Mas não são cristãos Ágata vive em nossos corações Eles não!


Victor dos Anjos
Twitter & Instagram: @poesiadosanjos

Brazil vs Brasil

Estamos vivenciando um período tenebroso no Brasil. Onde interventores estão sendo colocados em universidades, e nos institutos federais, a religião tem se misturado na política, direitos humanos vem sendo relativizados, a Floresta Amazônica em chamas e a gestão desse país abraçando esse atentado a humanidade, e, o Brasil sendo entregue nas mãos do Capital Estrangeiro. O Brasil sendo assassinado pelo Brazil.
Proponho uma reflexão, porque para um governo autointitulado patriota, e defensor da soberania nacional, dobrar os joelhos e dizer "amém 🙏" aos anseios norteamericanos para com a nação brasileira, não caracteriza uma gestão que defenda o Brasil acima de tudo. Muito pelo contrário, isso só revela o aspecto entreguista e castrado que a ineficiente gestão Bolsonaro possui. 
A gestão Bolsonaro é um recorte dos piores momentos que a história brasileira já viveu, e, um verdadeiro atentado ao Brasil. O seu discurso de defender o Brasil é resumido em palavras; palavras estas prof…

O meu semblante

Ele estava parado no canto, se apoiando em um poste. Mexia nervosamente no celular. Trajava uma camisa estampada e uma bermuda jeans. Ele me conhecia, e eu o conhecia. Mas, talvez ele nem se lembrasse, pois tantos anos nos separaram que provavelmente o meu semblante não lhe fosse mais familiar.
Queria ir falar com ele, e olhar naquele lindo par de olhos castanhos que tantas vezes me confortou. Queria acariciar aquela barba, e beijar aquele pescoço. E, queria ainda mais, mais, mais...
Eu o conhecia, e sempre seria aquele que o conheceria melhor. Ele era maravilhoso, por dentro e por fora, era uma pessoa cujas palavras até sumiam porque não eram capazes de contemplar o ser que ele é.
Minhas pernas estavam travadas, e meu coração acelerado. Repentinamente ele tirou os olhos do celular e os lançou em minha direção, e se eu fosse cardíaco, o enfarte era certo. 
Ele sorriu para mim, um sorriso que coloriu meu mundo. Andei meio desajeitados em sua direção. Sobre o que iríamos falar, pensei, será…